Enfim, acabou!

IMG_6977

Há 295 dias era véspera do início do meu tratamento contra um câncer de mama, e eu resolvi escrever algumas reflexões no meu diário. Gostaria de compartilhar uma parte delas aqui, afinal, foi agora nessa sexta-feira, 03 de Junho, que joguei o avental hospitalar no lixo e brindei ao último dia dessa rotina pesada do meu tratamento inicial.
“Amanhã faço meu 1º ciclo de quimio. A ansiedade foi (e ainda é) a emoção que mais aparece nesses últimos dias. O desejo de fazer tudo o que gosto e de aproveitar a vida até o último segundo faz parecer que não serei mais a mesma a partir de amanhã. Não sei o que vou sentir, na verdade não sem nem SE vou sentir. Hoje cortei meus cabelos, cortei mais curto, mas ainda tem bastante cabelo aqui pra cair. Fiz minhas unhas, só não me depilei porque vai cair tudo mesmo. Também fiz sexo com meu namorado, vai saber quando vou querer fazer de novo! Tomei chopp e comi comida japonesa essa noite, porque agora só poderei daqui 6 meses. A cerveja com os amigos me fará muita falta. Hoje não fui trabalhar, e minha mãe e minha prima me acompanharam na consulta. Amanhã, elas e meu namorado estarão comigo na quimio. Hoje falei com pessoas queridas, chorei, ri… Estou pronta para essa nova fase da minha vida: muito difícil, talvez dolorosa, mas que vou lembrar pra sempre. Sairei dela com muita coragem, alegria de viver e com amor a todos.”

É, eu achava que um tratamento de câncer era quase como ter sua alma roubada por bruxas. Mas não foi bem assim.
Pra quem já passou por isso ou já acompanhou alguém nessa fase sabe bem as palavras que vou usar agora, achei importante registrar aqui de uma forma bem resumida tudo o que passei durante quimioterapia, cirurgia e radioterapia.
Desde Agosto de 2015, nestes 9 meses e 20 dias de tratamento, passei por 4 quimios vermelhas e 12 brancas (inclui-se aqui também medicamentos antieméticos, antialérgicos e anti-inflamatórios presentes em toda quimio), algumas aplicações de Zoladex e Neulastim, muitas de Granulokine, anestesia geral, cirurgia conservadora, internação, comparecimento na emergência, biópsias, 30 sessões de radio, vários exames de sangue e de imagem, além de inúmeras ligações para o convênio e muitos km rodados nas idas ao hospital. Também estiveram presentes os antibióticos, analgésicos, antitérmicos, relaxantes musculares, filtro solar, lubrificantes íntimos, hidratantes e pomadas. E é claro que foram muitos os efeitos físicos e psicológicos de toda essa bomba que entrou no meu corpo: noites mal dormidas ou de insônia, dias inteiros na cama, muita dor no corpo, nos ossos e no estômago, imunidade muito baixa, queda do cabelo e pêlos (inclusive cílios e sobrancelhas), enjôos, gosto ruim na boca, vista embaçada, pele ressecada, alergias, unhas pretas, dente inflamado, febre, infecções, inchaço, intestino preso e depois solto, aumento de apetite, aumento de peso, desaparecimento das veias, indisposição, ondas de calor e de frio repentinas, cansaço, fadiga, tontura, fraqueza, mal-estar, desânimo, dependência, cicatrizes, dor no seio e dificuldade para levantar o braço (por causa da cirurgia). Hoje não tomo nenhum remédio como parte do tratamento, apenas passo hidratante no seio para diminuir os efeitos da radio. Tudo está se normalizando novamente, os pêlos voltaram, o cabelo já está crescendo bem rápido, mas alguns sintomas ainda me acompanham: cansaço, menopausa e, por causa da radio, escurecimento da pele do seio com coceira. Por eu ter tido um tumor triplo negativo (já fiz um post sobre isso anteriormente explicando os tipos de câncer de mama), meu tratamento é composto apenas por essas 3 fases, não sendo necessário terapia hormonal e nem fazer uso de outros medicamentos. Mas é claro que a partir de agora ainda passo frequentemente em consulta com oncologista, mastologista e radioterapeuta e ainda faço muitos exames de sangue e de imagem como forma de monitorar todo meu tratamento, que ainda se estenderá por 5 anos, para evitar ou reduzir a possibilidade de uma recidiva.

Mas, Lili, você já está curada?
Sim, deste câncer sim (o pessoal que fez promessa pela minha cura, já pode começar a cumpri-la, hein?!).
E quer mais? Segundo a Nova Medicina Alemã (http://www.germannewmedicine.ca/documents/Five%20Biological%20Laws%20-%20Portuguese.pdf), eu já estava curada há muito tempo, não precisava nem ter passado por quimio, cirurgia e radio. Mas eu descobri essa medicina e me consultei com especialistas da área quando já estava no meio do tratamento tradicional e, cá entre nós, é muito difícil tomar uma decisão dessas quando sua mente está acostumada a pensar de uma única forma durante a vida inteira. Enfim, o conflito relacionado a este câncer eu já resolvi.

Mas, voltando àquela passagem do meu diário, em que eu achava que ao começar o tratamento minha alma seria tirada de mim…
Durante todo o tratamento, a ansiedade e os sentimentos depressivos tiveram que dar lugar à paciência, todo santo dia. Continuei me emocionando com muitas coisas. Meus cabelos caíram e resolvi raspar a cabeça, foi libertador e me fez enxergar qual era a minha beleza. Os pêlos também sumiram todos bem rapidinho, eu pintava minhas unhas frequentemente e comecei a gostar de me maquiar (me olhar no espelho e gostar do que via era uma parte bem importante para eu seguir em frente). A menopausa precoce chegou, e com ela a diminuição da libido sexual. A cerveja sem álcool era minha opção nos momentos sociais, mas não era legal ver todo mundo rir por qualquer coisa e eu não achar graça nenhuma. Mesmo assim, não deixei de estar com os amigos e nem de viajar, especialmente pra praia. A água foi minha grande companheira (às vezes, um limão puro caia muito bem), e eu aposentei o café por um tempo, pois só o cheiro me enjoava. Alimentação em casa, da forma que orientavam os médicos. Fiquei afastada do trabalho por 9 meses (eu não tinha previsto que seria por todo esse tempo), a situação financeira apertou e a sensação de dias vazios e sem propósito demorou um pouco pra passar, mas o contato com mulheres que estavam vivendo momentos parecidos me fizeram aproveitar bem esses “horários vagos” na minha agenda. E, por meio da querida Flávia Flores, pude me realizar como “modelo” em alguns projetos que participei relacionados ao resgate da auto-estima a partir do câncer, foi aí que conheci pessoas maravilhosas, cada uma com sua história e lição de vida. Estive sempre acompanhada e cuidada por pessoas muito especiais, e minha família se uniu mais ainda, mostrando-me que eles eram fortes o suficiente para suportar qualquer desafio. Muitas pessoas reapareceram na minha vida, outras se mostraram tão preocupadas comigo, o que não faltaram foram dedos para digitar bastante respostas às mensagens de carinho todos os dias.

Chorei muito, mas sorri muito mais. Sim, eu estava pronta para enfrentar tudo isso: foi difícil, mas muito menos do que eu poderia imaginar; doeu sim, mas menos do que a dor causada por alguns conflitos que a gente demora pra resolver. Tive coragem para abrir minha vida a quem quisesse saber e para escrever sobre minha experiência com o câncer de forma positiva. Ganhei de brinde a redescoberta de interesses voltados à saúde humana sob a ótica de algumas medicinas, do prazer pela escrita e pelo aprendizado.

Agradeço imensamente todas as orações, sorrisos, preocupações, companhias, esforços, oportunidades e confiança. Aos profissionais de saúde do Hospital A.C. Camargo, obrigada pelo respeito, cuidado e atendimento excelente. Agradeço também a todos que se dispuseram a ler esses textos (enormes, eu sei! me desculpem). Obrigada por se tornarem “cúmplices” desse momento da minha história de vida. E eu não vou parar de escrever, não, fiquem tranquilos! 😉

Ainda amo a vida e acredito nas pessoas, mas aprendi a amar a Deus e reconhecê-lo como energia, presente em cada um de nós, em todos os lugares e nas suas mais diversas manifestações. Foi aí que senti o amor que tenho por mim, antes abafado pela preocupação de amar o outro em primeiro lugar. Se pra uns o câncer chega a fim de que a pessoa dê mais valor aos que estão a sua volta, já eu, independementemente de isso agradar ou não ao outro, aprendi a respeitar meus limites e a valorizar meus próprios sentimentos, meu corpo e minha alma, cada dia mais.
Realmente, não sou mais a mesma!

Anúncios

15 thoughts on “Enfim, acabou!

  1. Que lindo prima.
    Como sempre surpreendendo com as palavras. Me emocionei e um filme passou pela minha cabeça. Passou prima, como tudo na vida… momentos desesperadores, de medo, de ansiedade, de tensão e tbm de alegrias a cada ciclo completado.
    Passou prima, as dores, as angústias, as noites mal dormidas, as faltas. E de tudo, o que restou foi a renovação. Como uma nova mulher. Vc sempre soube tirar de letra tudo nessa vida. Sempre te admirei e muito de vc, pode ter certeza que está em mim. Afinal, somos mais que primas desde crianças. Nossos gostos mudaram, nos diferenciamos em personalidade, mas o sentimento que sempre nos uniu, puro e sincero continua perpetuando em nós e assim será pra sempre, em cada conquista e em cada dificuldade!
    Obrigada por me permitir ser parte sua!
    Te amo! E vou sempre esperar novos textos e novas histórias.
    Bjo

    Gostar

  2. Essa é a Lili guerreira que nos ensinou a força e coragem com sua luta nesta Batalha difícil ,mas sempre confiante e perseverante .Nosso orgulho e gratidao por te nos dado uma grande lição de vida.Que Deus continue sempre junto a ti minha querida ,te iluminando e protegendo. Você é uma pessoa iluminada. 😍💋

    Gostar

  3. Que linda mensagem, Lili!
    Feliz demais por acompanhar essa experiência tão iluminada e renovadora!
    Continue a espalhar boas energias e servir de fonte de inspiração para nós.
    Grande beijo e forte abraço

    Gostar

    • Oie!!! Que bom vc passando por aqui e deixando um recadinho! Adorei! Muito obrigada por acompanhar minha história… E mais ainda por ter sido atingido pelas boas energias que tento passar! Um grande beijo pra vc tbm! Se cuida…

      Gostar

  4. Admiro sua atitude, partilhar sua experiencia ajudará muitas pessoas a enfrentar com mais coragem todas as fases do tratamento, Uma pessoa muito querida vai iniciar tratamento eu gostaria de saber se pode indicar um local confiável para comprar peruca natural. e se pode indicar médico que trabalhe com a Nova Medicina Alemã?Li e achei complexo entender (http://www.germannewmedicine.ca/documents/Five%20Biological%20Laws%20-%20Portuguese.pdf
    Agradeço sua atenção e vibro por sua cura!

    Gostar

    • Oi, Graça… Já nos falamos pelo Face mais cedo… Mas eu gostaria de deixar registrado aqui o quanto é importante o apoio dos amigos no tratamento do câncer. Vão ter muitos sentimentos envolvidos em quem passar por isso, mas com muito amor e dedicação a gente consegue passar por isso de uma forma mais leve. Dê um grande abraço em sua amiga por mim. E se precisar, estou por aqui! Um beijo

      Gostar

  5. Achei lindo tudo escreveu TB gostaria de escrever minha história mas não sei fazer como vc falou fez ainda estou em tratamento ….E ao mesmo tempo por sua cura VC e uma vencedora bjss

    Gostar

    • Olá, Josefina. Muito obrigada por acompanhar minha história. Pra mim, a escrita tem um prazer muito grande. “Algumas coisas precisam ser ditas para serem entendidas”. Eu optei em escrever para também inspirar outras pessoas a enfrentarem o tratamento de uma forma mais leve… Mas se você quiser escrever como uma forma de fazer bem pra você, é ótimo! Compre um caderno de anotações legal e reserve ele para você escrever suas reflexões durante o tratamento! Vc vai ver cada coisa legal que sai da nossa mente nessas horas! Nunca é tarde pra começar, hein! Se precisar de algo, estou por aqui! Um beijo

      Gostar

    • Oi, Jacy. Tudo bem? Fiz um post no meu face onde falei sobre o início da minha radio… vou te passar o link pra vc dar uma lida… Além disso, ela foi bem tranquila, como costuma ser nos casos de câncer de mama. Estou com o seio bem mais escuro e ele coça bastante. Tem alguns cuidados durante a radio, que falo nesse post. Comecei as radios exatamente 2 meses após a cirurgia (tem que esperar a cicatrização, depois teve a liberação do convênio, depois os testes, aquela burocracia toda). O seio vai começando a ficar mais escuro após a décima sessão. Tem que passar o hidratante que eles indicam, é muito importante passar mesmo! Não tive nenhum efeito sistêmico, apenas esse local mesmo. Bom, qualquer outra dúvida, estou por aqui!

      https://www.facebook.com/lilipusas

      “Essa semana iniciei a última fase do meu tratamento (o tradicional) contra o câncer de mama: a radioterapia.
      Ao todo serão 30 sessões, todos os dias (exceto fins de semana e feriados, pq até o equipamento da rádio precisa de descanso).
      À direita: no “camarim” me preparando pra rádio com a bolsa que a gente ganha pra nos acompanhar contendo o “lindo” roupão que temos que usar na sessão. O roupão é esse azul aí embaixo. Como diria minha amiga Flávia Flores do @quimioebeleza, esse é o ‪#‎lookdaradio‬.
      À esquerda: na sala de radioterapia, com o potente equipamento moderno de radiação que vai exterminar qualquer resquício de malignidade que ainda possa ter restado em meu seio.
      A radioterapia foi necessária no meu caso como medida curativa e complementar para também reduzir a probabilidade de recidiva, já que não fiz mastectomia.
      Minha sessão dura em média 10 minutos (demoro mais no trajeto para o hospital e para casa e na recepção do que lá dentro) e não há graves efeitos sistêmicos, talvez apenas um cansaço como se eu tivesse me exposto ao sol por um dia todo. Também não é necessário ir com acompanhante.
      Durante a sessão, não dói e não incomoda, é como se tivesse tirando um raio-x.
      A possibilidade é de que, com o acúmulo das sessões, ocorram efeitos locais como escurecimento da pele na região tratada ou dificuldade para ingestão dos alimentos.
      Os cuidados durante essa fase são: não tomar sol na mama, não entrar no mar nem na piscina, passar o creme específico na mama 3x ao dia, se alimentar bem, ingerir muita água e não tomar banho quente (isso tá sendo o mais difícil, viu!).
      Bom, espero que o cansaço da rádio não me pegue, pois o da quimio ainda não saiu do meu corpitcho! :/

      Beijos

      Gostar

  6. Lili n entendi mt sobre essa nova medicina alemã vc poderia fazer um resumo prã mim. . estôu em tratamento começando a radio e queria entender . Grata abraços

    Gostar

    • Oi, Renata! Tudo bem? Ela é um pouquinho complicada mesmo… Até porque é totalmente diferente do que estamos acostumados a pensar sobre o processo saúde e doença durante toda nossa vida. Resumindo bem grosseiramente, a Nova Medicina Alemã entende que toda “doença” é apenas a manifestação de cura do nosso corpo, justamente para reparar algum dano. Com relação ao câncer, os especialistas nessa medicina costumam avaliar caso a caso, investigando até a causa, que sempre é o resultado de um choque conflituoso pelo qual passamos. Eles consideram os processos tradicionais (quimio, cirurgia, radio) como uma agressão ao nosso corpo, e sugerem outros tratamentos que varia também para cada pessoa. Eu penso que o mais importante nessa medicina é termos um olhar diferentee também espiritualizado (não necessariamente religioso) para esses conceitos de saúde e doença e uma participação mais ativa em nosso processo de cura, integrando psique, cérebro e corpo.
      Naquele texto que passei ele fala sobre as 5 leis biológicas que se baseia essa medicina e também fala dos tipos de câncer e seus significados.
      Espero que eu tenho ajuda a te clarear um pouco mais a mente!
      Obrigada por acompanhar minha história.
      Grande beijo!

      Gostar

  7. Que lindo prima.
    Como sempre surpreendendo com as palavras. Me emocionei e um filme passou pela minha cabeça. Passou prima, como tudo na vida… momentos desesperadores, de medo, de ansiedade, de tensão e tbm de alegrias a cada ciclo completado.
    Passou prima, as dores, as angústias, as noites mal dormidas, as faltas. E de tudo, o que restou foi a renovação. Como uma nova mulher. Vc sempre soube tirar de letra tudo nessa vida. Sempre te admirei e muito de vc, pode ter certeza que está em mim. Afinal, somos mais que primas desde crianças. Nossos gostos mudaram, nos diferenciamos em personalidade, mas o sentimento que sempre nos uniu, puro e sincero continua perpetuando em nós e assim será pra sempre, em cada conquista e em cada dificuldade!
    Obrigada por me permitir ser parte sua!
    Te amo! E vou sempre esperar novos textos e novas histórias.
    Bjo

    Gostar

  8. Lili a pouco tempo atrás eu falava da luz do teu olhar e não me enganei depois de ler este teu artigo. Só uma alma cheia de luz consegue sentir esse amor por si própria e dar a todos essa pureza de sentimentos tão belos e é aqui que reside a cura na essência de ti própria . De coração aberto sinto o que emanas e fico bem feliz por isso, continua a escrever porque ajudaras muitas pessoas e tornarem-se mais leves e confiantes nos seus processos de mudança e purificação. Muito amor para ti minha primita estelar muitos beijinhos e como estou feliz por não me ter enganado. Luz do meu coração para ti bjs aos teus pais e mano

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s