Que comecem as quimioterapias!

Já que meus cabelos iriam cair em alguns dias, tratei de cortar as madeixas que eu tinha, pois eram bem compridas.

Foi com esse novo visual que me despedi de alguns momentos que eu não poderia mais usufruir durante a quimioterapia: comida japonesa e cerveja, por exemplo!

E também foi assim que comecei as sessões de quimioterapia vermelha (que era vermelha mesmo) com os meus eternos acompanhantes: minha mãe, minha prima e meu namorado. Nesse momento, eu já estava afastada do meu trabalho.

Seriam 4 ciclos de quimio vermelha dose densa (de 15 em 15 dias, normalmente as pessoas fazem de 21 em 21), acompanhadas de injeção para aumentar a imunidade e outra também pra preservar meus ovários (o que me deixaria em estado de menopausa durante toda a quimio). E depois 12 ciclos de quimio branca semanais.
A partir da primeira sessão de quimio, comecei a viver meus dias da seguinte maneira:
Aplicação de quimio -> 1 semana ruim -> 1 semana boa
Nessa semana ruim, nem mexer no celular eu conseguia. Sentir cheiro de café? Nem pensar. Pouca conversa, pouca tv, nada de leituras. Em compensação, muito enjôo, fadiga, cansaço, calor e frio. Mas fome eu tinha, tinha vontade de comer a toda instante.
Na semana boa, eu procurava fazer as coisas me davam prazer, colocava as conversas em dia, recebia visitas, saía um pouco de casa… e torcia para os dias não passarem tão rápido até a próxima quimio. Mas eles passavam.

Durante as primeiras quimioterapias, fiquei na casa da minha família em São Bernardo do Campo, minha mãe veio pra cá cuidar de mim. Mas eu me sentia como na minha própria casa. Sempre tive muita liberdade lá e dessa vez não foi diferente. Tenho certeza que eu não poderia estar em lugar melhor pra enfrentar a barra das primeiras quimioterapias (Obrigada, tia Lourdes, Lana, Nathan e vó Maria pela hospitalidade e carinho).

Nesse momento em que as pessoas começam a saber da sua situação, elas te mandam muitas mensagens e pensamentos positivos. Criamos um grupo da família no WhatsApp pra que todos soubessem notícias minhas em tempo real. Seja nos EUA, em São Paulo ou em Sertãozinho, toda minha família estava sempre me acompanhando e orando por mim (Obrigada, Ju, tia Ângela, tio João, tia Vera, Bi, Vivi, Tiago, Jacque e July pela preocupação e mensagens de força sempre).

Cada pessoa a sua maneira me mandava muita energia boa e desejos de melhora. A cada dia eu recebia notícias de alguém que estava me colocando em oração, seja pela Igreja Católica, Centro Espírita, Umbanda ou Budismo… Meu nome esteve presente em muitas rodas e encontros de várias religiões, e isso me deixou muito feliz. Eu não imaginava esse amor solidário de tantas pessoas.

E chega a hora em que o cabelo realmente começa a cair… Mas essa história fica para o próximo post!
cabelo compridocabelo curto

japacerveja

ACvermelha

eu e mamy

lana e eu

dani e eu

Anúncios

6 thoughts on “Que comecem as quimioterapias!

  1. Lili, sua linda!! Não tem como não me emocionar ao ler o que escreve aqui no blog!! Amiga, vc é mto amada e admirada!! A força, a coragem, a clareza, a inteligência (emocional e intelectual)… Vc é demaaaaais!! Sou mto feliz e sortuda em ter uma pessoa tão inspiradora por perto!! A união de tantas pessoas diferentes com religiões diversas pedindo nas orações a sua cura, é apenas o reflexo do seu jeito de ser: justa, sem preconceito e com tanto respeito por aqueles que atravessam o seu caminho! Uma pessoa que se preocupa tanto com os demais só podia reunir todas essas crenças diferentes a seu favor! Quem faz o bem recebe o bem sempre!! Te amo irmãzinha!! ❤️😘

    Gostar

    • O amiga, quantas palavras bonitas! Vc tava inspirada hein! rs. Não tenho nem o que dizer depois disso que escreveu… me sinto muito feliz por ter pessoas como vc ao meu lado e torcendo por mim. Vc tbm sabe o quanto é importante recebermos essa força pois às vezes a vida nos coloca em cada situação né?! Mas a gente sempre dá um jeito de tudo ficar bem… e vai ficar! Acredite! Um beijo enorme.

      Gostar

  2. Como sempre minha querida, chego ao final do seu post, com as lágrimas rolando pelo meu rosto e não tenho como não me emocionar.
    A cada momento que vc descreve o seu dia, me surpreendo com tanta coragem e determinação que enfrenta a sua vida.
    Obrigada pela sua delicadeza.
    Te amo!
    Bjs

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s